4449320 Visitantes
 
       Página Inicial       Quem Somos       Fale Conosco                                                         ,

::.GUIA DE SERVIÇOS


TURISMO ADAPTADO

FubelleNevia IsençoesCarrera
A Deficiência Intelectual e o Desporto Imprimir E-mail
Deficiência x Esporte

 men 3

O esporte direcionado às pessoas com deficiência intelectual surgiu quando Eunice Kennedy Shriver convidou um grupo de crianças com deficiência mental para participarem de um churrasco e de jogos externos em sua casa. Foi quando percebeu que seus convidados apresentavam um potencial maior do que o atribuído a eles.

Assim tiveram início as Olimpíadas Especiais, em 1962, nos Estados Unidos, através da FUNDAÇÃO KENNEDY, um programa nacional de atividades esportivas que oferece a oportunidade de reunir crianças, praticar esportes e treinar para competições anuais em muitas modalidades. Entretanto já existia na Europa alguma atividade esportiva para pessoas com deficiência intelectual, com caráter demonstrativo (PUESCHEL, 1995; PETTENGILL, 1997).


O programa SPECIAL OLYMPICS INTERNATIONAL da FUNDAÇÃO KENNEDY, foi implantado no Brasil em dezembro de 1990. "Este programa já está implantado em mais de 100 países e trata somente de desporto, com o objetivo de colaborar com a tarefa de integrar todas as pessoas com deficiência intelectual à sociedade, em condições que lhes permitam serem aceitos e respeitados, proporcionando-lhes a oportunidade de se tornarem úteis e produtivos." (PETTENGILL, 1997, p. 300). Trata-se de um programa com características próprias e desvinculado da Federação Nacional das APAE’s (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).

No Brasil, o esporte para pessoas com deficiência intelectual teve seu início em 1973, com a Federação Nacional das APAE’s. Criou-se a Olimpíada Nacional das APAE’s realizada a cada 2 anos e que, em suas primeiras edições, além das pessoas com deficiência intelectual contou também com a participação de pessoas com deficiência visual e auditiva.

Somente após a 5ª Olimpíada , em 1981, a competição passou a ser praticada somente por atletas deficientes intelectuais. Foram criados as Associações Regionais de Deficientes intelectuais (ARDEM) que levaram a criação da ABDEM - Associação Brasileira de Desporto de Deficientes intelectuais, reconhecida pelo Conselho Nacional de Desporto mediante a deliberação 04/85 (PETTENGILL, 1997).

Em 01 de fevereiro de 1986, na Holanda foi criada a Federação Internacional de Desporto para portadores de deficiência intelectual (INAS-FMH) filiada ao Comitê Olímpico Internacional (IPC). De 13 a 23 de setembro de 1992, em Madrid, Espanha, aconteceu a primeira paraolimpíada oficial para pessoas com deficiência intelectual, os "I Juegos Paraolímpicos para Discapacitados Psíquicos" Participaram 2.000 atletas de 70 países em 5 modalidades: tênis de mesa, basquetebol, futebol de salão, natação e atletismo (INSERSO, 1991).

Fonte: http://www.entreamigos.com.br/